Roberto Gonçalves

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"

Textos


     O Deus no Qual eu Creio
  É:
  Um Deus lúdico: brinca com as nuvens, os ventos, as chuvas...
  Um Deus Poeta: ama estrelas, flores e pássaros:
   Um Deus Pintor: espalha cores, da aurora até o amanhecer.
  Um
 Deus Músico: une o ritimo da vida à imensidão silenciosa das esferas.
Um Deus Alegria e Espontaneidade,
E, 
até mesmo, algumas vezes, "gaiato".
Um Deus paciência e Benignidade:
escuta, decerto estarrecido,
minhas pobres racionalizações.
Um Deus Magestoso, sim, porque soberano.
Mas, também, um Deus que se deixa levar
por qualquer declarão de amor.
Um Deus vulnerável, portanto.
Não é aquele Deus terrível, temível,
dos moralistas acanhados.
Mas:
Um Deus viril que enfrenta os poderes
constituídos e argui autoridades
consagradas.
Um Deus capaz de chorar
o amigo morto, 
mas também comandar:
"Vem para fora"
Um Deus: GENTE.
Um Deus: CRISTO;

Padre Orlando de oliveira Vilela
- 23/01/1914 - Alpinóplis - MG
- 09/03/1989 - Belo Horizonte -MG

 
Padre Orlando de Oliveira Vilela
Enviado por Beto da Montanha em 23/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras