Roberto Gonçalves

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"

Textos


                                           O PERDÃO
                            
                Conta uma lenda árabe que dois amigos viajavam
            pelo deserto e, num determinado momento da viagem,
                      discutiram e um bateu no rosto do outro.
                 Este ofendido, sem nada dizer, escreveu na areia:
                       "HOJE MEU AMIGO ME BATEU NO ROSTO"
                E assim seguiram a viagem até chegarem a um oásis,
                                      onde resolveram se banhar.
                        O que havia sofrido a agressão começou
                       a se afogar, sendo salvo pelo outro amigo.
       Ao se recuperar, pegou um estilete e escrevewu numa pedra:
                       "HOJE MEU AMIGO SALVOU A MINHA VIDA"
                                     Intrigado, o amigo perguntou:
                – Porque depois que lhe bati no rosto você escreveu
                   na areia e agora que o salvei escreve na pedra?
                         Ao que o outro amigo, sorrindo, respondeu:
               – Quando um grande amigo nos ofende, 
                                 devemos escrever na areia, 
                      onde o vento do esquecimento e do perdão
                                      se encarrega de apagar;
                        Porém, quando nos faz algo de grandioso.
                  devemos gravar na pedra da memória do coração,
                                  onde vento nenhum do mundo
                                                poderá apagar.

          
                                                 Roberto Gonçalves
RG
Enviado por RG em 28/08/2013
Alterado em 07/02/2014


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras