Roberto Gonçalves

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"

Textos


                                           Antropologia
 
  A Antropologia é o estudo do homem. A Antropologia é dividida em Etnologia e Etnografia. A Etnologia estuda a vida cultural dos povos. A Etnografia estuda as características do ser humano. 

                             
ORIGEM DA HUMANIDADE

  Há duas correntes que procuram explicar a origem da humanidade. 
MONOGENÉTICA (Monogenismo)
POLIGENÉTICA (Poligenismo)

  A corrente Monogénetica diz que o homem surgiu em determinado ponto da terra, espalhando-se a seguir pela mesma. Os Monogenistas baseiam-se na identidade psíquica anatômica dos seres humanos e afirmam semultâneamente a impossibilidade da existência de dois fatos idênticos e semultâneos na superfície da terra.
 Os Poligenistas dizem que a espécie humana surgiu semultâneamente em vários pontos da terra, baseando-se na diferença racial dos povos. 
   A origem do homem foi explicada e aceita por muito tempo pela religião. Com o desenvolvimento da ciência Biológica, a origem do homem passou a ter uma explicação científica e até o presente momento irrefutável. Charles Darwin explicando a evolução da escala zoológica desvendou o mistério da origem do homem, faltando apenas encontrar o elo perdido para conclusão definitiva do referido assunto.

                             
     PRÉ-HISTÓRIA

   A Pré-História compreende o estudo cultural dos povos antes da escrita.

Pré-História: Período Lítico:
PALEOLÍTICO - Pedra lascada
MESOLÍTICO - Transição
NEOLÍTICO - Pedra polida
Período Metarlúrgico:
COBRE                                                      
BRONZE                                                     
FERRO

         
  VIDA CULTURAL DOS POVOS PRÉ-HISTÓRICOS

   Cultura é a soma de conhecimentos e realizações de um determinado grupo humano. Não há diferença entre cultura e civilização, entretanto poderíamos dizer que a civilização seria a aplicação da cultura para o bem estar humano. A cultura pode ser material e imaterial. Os Pré-Históricos constituiram o alicerce básico da sociedade, qual seja, a família. A família se caracterizava pelo PATRIARCALISMO, isto é, autoridade suprema do homem. É possível que em algumas tribos tenha ocorrido o MATRIARCALISMO, isto é, a autoridade da mulher.

CASAMENTO: Monogamia, Poligamia e Poliandria.
Monogamia: casamento de um homem com uma mulher.
Poligamia: casamento de  um homem com várias mulheres.
Poliandria: casamento de uma mulher com vários homens. 
  É possível que no decorrer da pré-história tivesse ocorrido esses três aspectos de casamento.
FAMÍLIA: A família se caracterizava pelo culto doméstico a um ancestral do grupo. No tipo de família mencionado o chefe era a pessoa mais idosa e recebia a denominação de Pater-Famílias. A família mencionada acima se caracterizava pela união de várias famílias consanguíneas obedientes ao Pater-Familias. O casamento no tipo de família mencionado podia ser ENGÓGAMO, isto é, dentro da própria família. Os povos pre-históricos no período neolítico já demonstravam senso artístico, pois em muitas cavernas habitadas por eles, encontramos a reprodução (desenho) das caçadas nas paredes das cavernas. O senso artístico caracterizava-se também na música, na dança e nos enfeites que adornavam o corpo nas festas. Pintavam o corpo e confeccionavam colares, braceletes utilizando-se plumagens policrômicas. No setor da cerâmica certos povos pre-históricos atingiram a perfeição, fazendo os mais variados tipos de vasos, e em muitas tribos, eram os mesmos pintados (Cerâmica Marajoara os Indios Nuaruaques).

RELIGIÃO: Os povos pré-históricos apresentaram o primeiro sintoma religioso, o culto ao fogo, a seguir temendo as forças da natureza, passaram a adorará-las. A religião dos pré-históricos era a Feitichismo e o culto ao fogo. A partir de certa época passaram a adoração aos Tótens, consequentemente uma religão Totêmica. O Totém era a representação material de qualquer ser adorado pela tribo. Os Nuruaques no Brasil fizeram no lago de Arací uma ilha (Pacoval) semelhante a uma tartaruga, animal por eles adorado.

                                    Roberto Gonçalves
                                             Filósofo
   
 

 
RG
Enviado por RG em 30/04/2014
Alterado em 25/05/2016
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras