Roberto Gonçalves

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"

Textos


                                                 DEUS
   Ser infinito, eterno e sobrenatural – Supremos criador do Universo. Deus é o princípio absoluto; realidade transcendente ou ser primordial, responsável pela origem do universo, das leis que o regem e dos seres que o habitam; fonte e garantia do bem e de todas as excelências morais; é o princípio absoluto que constitui o mundo, através da emanação de si mesmo. O filósofo Aristóteles disse: Deus é o puro ato de existir. Deus está acima do tempo e do espaço transcendente.
   Quando Moisés perguntou a Deus, como se apresentaria ao povo Hebreu, para tirá-los da escravidão dos egípcios, Deus lhe respondeu: "Aquele que É, me manda a voz. Eu Sou o que Sou". Não pode existir maneira de explicar Deus, pois nossa inteligência é muito limitada para expressar.
   Para nós cristãos, e a maioria das religiões monoteístas, Deus criou o mundo, os mares, os rios, a terra, os astros, os planetas, os animais, os vegetais, os minerais e o ser humano à sua imagem e semelhança. Deus é amor e por isto mandou seu filho, Jesus Cristo, para salvar o mundo. 
   O monoteísmo defende a existência de um só Deus. Jesus Cristo, a segunda pessoa da Santíssima Trindade, como filho, precede o Pai e o Espírito Santo. A terceira pessoa é o santificador. Não temos três deuses. Temos um só Deus, em três pessoas distintas, cada uma com sua funão: Pai Criador, Filho Redentor e Espírito Santo, santificador.
   Se tivéssemos três deuses, seria necessário saber qual seria superior ao outro, e assim, partiríamos para o politeísmo, que é considerar a existência de vários deuses.

   É maravilhoso ter um Deus em quem confiar. É maravilhoso sentir-se amado por este Deus. É muito bom sabermos que em nenhum momento estamos sozinhos. Se estivermos no deserto, Deus estará conosco; se estivermos no mar, Deus estará conosco; se estivermos perdidos numa floresta, igualmente Deus estará conosco. É uma sensação maravilhosa, sabermos que jamais seremos abandonados, porque Deus, como bom Pai, jamais abandona seus filhos.
   Voltaire, o grande filósofo ateu, certa vez declarou: como pode existir o relógio, sem primeiro existir o relojoeiro? Einstein, uma das maiores inteligências que já existiram no mundo, acreditava na existência da Inteligência Suprema, que é Deus. Filósofos da Grécia antiga, apesar da profusão de deuses que existiam na mitologia grega, acreditavam na existência de um único Deus. Em Atenas existia uma placa num pedestal que dizia: "Ao Deus desconhecido". São Paulo fez referência aos atenienses de que aquele era o único e verdadeiro Deus. 
   Deus nos criou para a felicidade aqui na terra e, depois, na vida eterna. A felicidade aqui na terra é incompleta. Para que exista felicidade aqui é necessário que exista o amor, pois Deus é amor e com ele enfrentamos todos os problemas. É necessário que haja fé, pois com fé em Deus, podemos vencer todos os obstáculos.
   Existem os ateus teóricos que negam a existência de Deus, porque julgam ter estudado  bastante e chegaram à conclusão de que Deus não existe, por lhes faltar a graça da fé. Mas existem os ateus práticos, que apesar de acreditarem na existência de Deus teoricamente, na prática agem como se Ele não existisse. Criam para si outros deuses: o prazer, o poder e o dinheiro. Colocam isto acima de tudo, inclusive do Deus em quem dizem acreditar.

                                   Roberto Gonçalves
RG
Enviado por RG em 28/05/2014
Alterado em 18/07/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras