Roberto Gonçalves

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"

Textos


     O Deus no Qual eu Creio
  É:
  Um Deus lúdico: brinca com as nuvens, os ventos, as chuvas...
  Um Deus Poeta: ama estrelas, flores e pássaros:
   Um Deus Pintor: espalha cores, da aurora até o amanhecer.
  Um
 Deus Músico: une o ritimo da vida à imensidão silenciosa das esferas.
Um Deus Alegria e Espontaneidade,
E, 
até mesmo, algumas vezes, "gaiato".
Um Deus paciência e Benignidade:
escuta, decerto estarrecido,
minhas pobres racionalizações.
Um Deus Magestoso, sim, porque soberano.
Mas, também, um Deus que se deixa levar
por qualquer declarão de amor.
Um Deus vulnerável, portanto.
Não é aquele Deus terrível, temível,
dos moralistas acanhados.
Mas:
Um Deus viril que enfrenta os poderes
constituídos e argui autoridades
consagradas.
Um Deus capaz de chorar
o amigo morto, 
mas também comandar:
"Vem para fora"
Um Deus: GENTE.
Um Deus: CRISTO;

Padre Orlando de oliveira Vilela
- 23/01/1914 - Alpinóplis - MG
- 09/03/1989 - Belo Horizonte -MG

 
Padre Orlando de Oliveira Vilela
Enviado por RG em 23/08/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras